Fenagro será realizada até o dia 2 em Salvador

Foto: Fernando Vivas/GOVBA

Uma semana de oportunidade para empresários do agronegócio e agricultores familiares movimentarem a economia, e também para turistas e baianos conhecerem o que é produzido no interior do estado. Até o próximo domingo (2), estão abertas ao público, simultaneamente, a 31ª Feira Internacional da Agropecuária (Fenagro) e a 9ª Feira da Agricultura Familiar, no Parque de Exposições da Bahia, em Salvador.

A abertura foi realizada neste domingo (25), com a presença do vice-governador, João Leão, secretários e outras autoridades. Este ano a feira também comemora os 40 anos do Parque de Exposições. Nesta edição, a Fenagro tem como expectativa atrair 300 mil visitantes e movimentar R$ 100 milhões. 

O vice-governador João Leão lembrou que a Bahia é o estado brasileiro que tem o maior número de agricultores familiares do país, são 750 mil pequenos produtores, mais de três milhões de famílias vivendo da agricultura. “Temos também mais 300 mil  médios e grandes produtores. São mais de um milhão de produtores no estado, e isso é uma alta produtividade. A Bahia está se tornando um dos maiores celeiros do Brasil na produção agrícola, e agora nós estamos avançando na industrialização”, destacou. 

Para o secretário estadual de Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues, a Fenagro é uma oportunidade de o Brasil conhecer a força do rural baiano. Aqui estão representados da pecuária ao artesanato, passando pelo agronegócio, os quilombos, indígenas, mostrando cadeias estratégicas, com produtos de qualidade sendo apresentados”. Ainda segundo ele, é uma oportunidade de se marcar um encontro entre quem produz e quem comercializa, que são as redes de supermercado, hotéis, restaurantes. Além disso, as feiras oferecem ao público diversão, cultura e gastronomia”. 

O licuri do Sertão do São Francisco, o mel e o artesanato da região da Bacia do Rio Corrente e todos os territórios de identidade da Bahia estão representados. O prefeito Marcão, do município de Santana, localizado no oeste da Bahia, na Bacia do Rio Corrente, destacou a importância da Fenagro para o pequeno agricultor. “É um fortalecimento da geração de emprego e renda dentro da Agricultura Familiar. Nós temos um grande número de famílias na região vivendo da agricultura, a nossa bacia não é do agronegócio. Portanto, esta feira vem fortalecer os agricultores familiares que são responsáveis por 75% dos produtos que chegam à mesa do brasileiro”. 

Agronegócio
O chefe de gabinete da Secretaria de Agricultura (Seagri), Eduardo Rodrigues, destacou que a feira é também um ponto de encontro da cadeia produtiva, do conhecimento tecnológico e dos criadores. “Temos um museu da medicina veterinária e este ano estamos trazendo as palestras promovidas pela Seagri, sobre assuntos que vão desde defensivos agrícolas até produtividade, passando pela sanidade e pela segurança no campo”. 

Presidente da Associação dos Criadores de Caprinos e Ovinos da Bahia e coordenador da Fenagro, Almir Lins destacou as inovações tecnológicas, as palestras e os congressos que serão realizados até o próximo domingo. “O rebanho baiano está sempre em primeiro lugar no Brasil, seja de caprinos, ovinos ou bovinos. Aqui nesta feira a gente mostra este trabalho. As estrelas da Fenagro são os animais, temos inclusive campeões nacionais aqui. Temos atrações para as crianças, encontros de carros antigos, parque de diversões, a Feira da Agricultura Familiar, é muita coisa legal”.

Outras atividades 
Além disso, o evento tem atividades para toda a família, como o Espaço Kids, parque de diversão, exposição da Polícia Militar da Bahia e do Corpo de Bombeiros, apresentação de cadeias produtivas e tecnologias, rota da cachaça, arena off Road, exposição de carros antigos, feira de artesanato, feira da agricultura familiar, praça de alimentação com restaurantes diversos, exposição e torneio de animais, passeio de pônei, entre outros serviços oferecidos ao público.

O funcionário público Johannes Lacerda levou a filha Letícia, de 1 ano para visitar a feira. É a primeira vez que eles vão à Fenagro. “É um local bom para a família, um espaço enorme, aqui com os animais, seguro, minha filha adorou os pôneis Quindim e Ronaldinho, que ela montou, além dos cavalinhos e as vaquinhas. Tem a parte de alimentação, tratores, vale muito a pena visitar”, recomendou.


O vice-governador João Leão lembrou que a Bahia é o estado brasileiro que tem o maior número de agricultores familiares do país, são 750 mil pequenos produtores, mais de três milhões de famílias vivendo da agricultura. “Temos também mais 300 mil  médios e grandes produtores. São mais de um milhão de produtores no estado, e isso é uma alta produtividade. A Bahia está se tornando um dos maiores celeiros do Brasil na produção agrícola, e agora nós estamos avançando na industrialização”, destacou. 

Para o secretário estadual de Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues, a Fenagro é uma oportunidade de o Brasil conhecer a força do rural baiano. Aqui estão representados da pecuária ao artesanato, passando pelo agronegócio, os quilombos, indígenas, mostrando cadeias estratégicas, com produtos de qualidade sendo apresentados”. Ainda segundo ele, é uma oportunidade de se marcar um encontro entre quem produz e quem comercializa, que são as redes de supermercado, hotéis, restaurantes. Além disso, as feiras oferecem ao público diversão, cultura e gastronomia”. 

O licuri do Sertão do São Francisco, o mel e o artesanato da região da Bacia do Rio Corrente e todos os territórios de identidade da Bahia estão representados. O prefeito Marcão, do município de Santana, localizado no oeste da Bahia, na Bacia do Rio Corrente, destacou a importância da Fenagro para o pequeno agricultor. “É um fortalecimento da geração de emprego e renda dentro da Agricultura Familiar. Nós temos um grande número de famílias na região vivendo da agricultura, a nossa bacia não é do agronegócio. Portanto, esta feira vem fortalecer os agricultores familiares que são responsáveis por 75% dos produtos que chegam à mesa do brasileiro”. 

Agronegócio
O chefe de gabinete da Secretaria de Agricultura (Seagri), Eduardo Rodrigues, destacou que a feira é também um ponto de encontro da cadeia produtiva, do conhecimento tecnológico e dos criadores. “Temos um museu da medicina veterinária e este ano estamos trazendo as palestras promovidas pela Seagri, sobre assuntos que vão desde defensivos agrícolas até produtividade, passando pela sanidade e pela segurança no campo”. 

Presidente da Associação dos Criadores de Caprinos e Ovinos da Bahia e coordenador da Fenagro, Almir Lins destacou as inovações tecnológicas, as palestras e os congressos que serão realizados até o próximo domingo. “O rebanho baiano está sempre em primeiro lugar no Brasil, seja de caprinos, ovinos ou bovinos. Aqui nesta feira a gente mostra este trabalho. As estrelas da Fenagro são os animais, temos inclusive campeões nacionais aqui. Temos atrações para as crianças, encontros de carros antigos, parque de diversões, a Feira da Agricultura Familiar, é muita coisa legal”.

Outras atividades 
Além disso, o evento tem atividades para toda a família, como o Espaço Kids, parque de diversão, exposição da Polícia Militar da Bahia e do Corpo de Bombeiros, apresentação de cadeias produtivas e tecnologias, rota da cachaça, arena off Road, exposição de carros antigos, feira de artesanato, feira da agricultura familiar, praça de alimentação com restaurantes diversos, exposição e torneio de animais, passeio de pônei, entre outros serviços oferecidos ao público.

O funcionário público Johannes Lacerda levou a filha Letícia, de 1 ano para visitar a feira. É a primeira vez que eles vão à Fenagro. “É um local bom para a família, um espaço enorme, aqui com os animais, seguro, minha filha adorou os pôneis Quindim e Ronaldinho, que ela montou, além dos cavalinhos e as vaquinhas. Tem a parte de alimentação, tratores, vale muito a pena visitar”, recomendou.

Comente

Be the first to comment on "Fenagro será realizada até o dia 2 em Salvador"

Deixe uma resposta