Municípios debatem criação de rede de ações para educação integral

Foto: Lucas Lins

Representantes dos municípios de São Francisco do Conde, Catu, Pojuca, Dom Macedo Costa, Jequié e Lauro de Freitas se reuniram na tarde desta segunda-feira (22), no Terminal Turístico Mãe Mirinha em Portão, para trocar experiências e propor ações para a educação básica de tempo integral integrada. O encontro foi mediado pela historiadora e diretora da Fundação SM, Maria do Pilar Lacerda, que apresentou diretrizes para a construção dos projetos pedagógicos.

De acordo com o secretário de Educação de Lauro de Freitas (Semed), idealizador do encontro, Paulo Gabriel Nacif, a proposta é criar uma rede entre os gestores e elaborar projetos adaptados às realidades nas quais serão inseridos com direcionamentos político-pedagógicos contemporâneos. “Todos os municípios que estão participando já executam a educação integral. Acreditamos que essa é a forma de dar sentido a escola com aprendizagens significativas”, disse Nacif.

Maria do Pilar destacou alguns desafios comuns entre os municípios na implementação de políticas de educação integral. “O primeiro desafio é a intersetorialidade. O segundo desafio é romper com a concepção do contraturno e o terceiro desafio é o do mapeamento: derrubar os muros da escola, sair com o grupo de professores para mapear o território – a igreja, o campo de futebol, o terreiro de candomblé – e ver que potenciais existem ali. Quando a escola se abre, a comunidade se une para facilitar essa abertura”, pontuou.

Em Lauro de Freitas, o conceito “Cidade Educadora”, lançado no início da terceira gestão da prefeita Moema Gramacho, trouxe ideias inovadoras para a educação básica de tempo integral destacando a escola como espaço comunitário e a cidade como espaço educador. A proposta atua em espaços da diversidade e adota a transversalidade em que todas as áreas das políticas públicas da saúde, esporte, políticas para mulheres, idosos e juventude, cultura, infraestrutura e saneamento estejam comprometidas. 

Comente

Be the first to comment on "Municípios debatem criação de rede de ações para educação integral"

Deixe uma resposta