Mestre Moa do Katendê é homenageado na Câmara Municipal

Reprodução Facebook

A Câmara Municipal de Salvador aprovou, durante a sessão ordinária desta segunda-feira (29/10), a Moção de Pesar, apresentada pelo vereador Sílvio Humberto (PSB), lamentando a morte trágica do mestre de Capoeira Romualdo Rosário da Costa, o “Mestre Moa do Katendê”. O compositor, dançarino, músico e educador foi assassinado na madrugada do último dia 08 de outubro, em um bar na comunidade do Dique Pequeno (Avenida Vasco da Gama), localidade onde residia.

O autor do crime está detido e já foi denunciado pelo Ministério Público Estadual, pelo assassinato do mestre de Capoeira, com os agravantes de não possibilitar defesa para a vítima e por motivação fútil. De acordo com a investigação, a discussão e o crime foram originadas por uma discussão sobre política. A manifestação do voto foi o motivo para o assassinato de Moa do Katendê.

O autor da moção lamentou a perda da grande liderança que foi o mestre de Capoeira e alertou para a gravidade do motivo que levou o ativista à morte. “A dor e a perda são imensas. O Brasil está perdendo. A ignorância nos privou de um grande homem. Compositor, dançarino, ogã-percussionista, artesão e educador. Nos privou da convivência com o fundador do Afoxé Badauê, cantado pelo grande Gilberto Gil”, lastimou Sílvio Humberto. Para o vereador, o assassinato do Mestre Moa, por causa de uma discussão sobre escolhas políticas, tem muito a nos dizer.

A Moção de Pesar, referendada por todos os vereadores da Casa Legislativa, além de ficar registrada nos arquivos da Câmara, também será encaminhada para a família do homenageado.

Comente

Be the first to comment on "Mestre Moa do Katendê é homenageado na Câmara Municipal"

Deixe uma resposta