Haddad vai disputar segundo turno contra o fascismo

Foto: Ulisses Dumas/ Divulgação

Com 96,42% das urnas apuradas, o candidato Jair Bolsonaro (PSL) lidera a disputa pela presidência da República, com 46,62% dos votos válidos. Fernando Haddad (PT) aparece com 28,50% e Ciro Gomes (PDT), com 12,52%.

O candidato do PT à presidência, Fernando Haddad, admitiu há pouco que o resultado expressivo em favor do adversário, o que vai representar um desafio para a campanha dele. “Nós vamos para o campo democrático com uma única arma: o argumento. Nós vamos com a força do argumento para defender o Brasil e o seu povo. Principalmente o povo mais sofrido do país”.

A polarização entre as candidaturas de Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT), prevista em levantamentos de intenção de voto de diferentes institutos de opinião durante a campanha eleitoral, agravou as dificuldades de candidaturas que se posicionavam ao centro. “O caminho do meio se esvaziou. Essa eleição esvaziou o centro”, analisa o cientista político Joviniano Neto, professor da Universidade Federal da Bahia.

Comente

Be the first to comment on "Haddad vai disputar segundo turno contra o fascismo"

Deixe uma resposta