Haddad: PT vai à ONU e ao STF para garantir candidatura de Lula

Após visita a Lula, o candidato a vice-presidente afirmou que a coligação “vai fazer tudo para garantir que o povo possa escolher livremente seu presidente”.

Em entrevista após visitar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, nesta segunda-feira (03/09), Fernando Haddad, candidato a vice-presidente da Coligação “O Povo Feliz de Novo”, afirmou que o Partido dos Trabalhadores vai “tomar todas as providências jurídicas para assegurar a candidatura de Lula”.

Haddad anunciou que a defesa de Lula apresentará recursos à ONU e ao Supremo Tribunal Federal (STF) para garantir seu direito de ser candidato à presidência. “Conforme anunciado, a intenção do partido era recorrer da decisão do TSE”, disse Haddad. “Hoje nós expusemos ao presidente Lula todas as possibilidades jurídicas à disposição e ele tomou a decisão de: em primeiro lugar, peticionar junto à ONU para que se manifeste sobre a decisão das autoridades brasileiras em relação à determinação do Comitê. Em segundo lugar, peticionar junto ao STF com pedidos de liminar tanto na esfera eleitoral quanto na esfera criminal, para que ele tenha o direito de registrar sua candidatura”, disse.

Haddad afirmou que Lula decidiu continuar defendendo sua candidatura em respeito à soberania do povo de escolher o próximo presidente da República. “Nós sabemos que o povo está sofrendo uma crise sem precedentes. As pessoas estão com a vida cada vez mais difícil e o ex-presidente Lula é o caminho para a saída dessa situação”.

“Nós não imaginávamos que o Brasil contrariaria uma determinação de um organismo internacional e um tratado que nós subscrevemos e que foi aprovado pelo Congresso Nacional. Nosso entendimento era que o Brasil reconheceria os direitos políticos do ex-presidente Lula”, disse Haddad.

O candidato a vice afirmou também que a Coligação “O Povo Feliz de Novo” teve prazo muito exíguo para ajustar todas as plataformas de propaganda eleitoral, uma vez que a decisão do Tribunal Superior Eleitoral foi tomada na madrugada de sábado. Ele apontou que foram tomadas medidas ainda na madrugada pra ajustar a decisão, chamando os profissionais em suas casas para fazer as adequações.

Comente

Be the first to comment on "Haddad: PT vai à ONU e ao STF para garantir candidatura de Lula"

Deixe uma resposta