Ausência em debate expõe fratura na campanha de Zé Ronaldo

Foto: Divulgação

Não passou despercebida a ausência do candidato a senador Irmão Lázaro (PSC) e da candidata a vice, Monica Bahia (MBL/PSDB), ambos da chapa de Zé Ronaldo (DEM), tanto na missa realizada na Igreja do Bonfim, quanto no debate realizado na Band, nesta quinta-feira (16/08).

As ausências alimentam ainda mais a percepção de desunião e problemas insanáveis na chapa, o que gerou a insatisfação de lideranças políticas do interior.

Irmão Lázaro faltou ao debate por ter, segundo afirmou Zé Ronaldo, “um show agendado”, em Pernambuco, o que ampliou o mal-estar no PSDB e DEM, que já não escondem o sentimento de traição, presente desde que o PSC, após ocupar uma das vagas de candidato ao Senado, quebrou o acordo e lançou uma chapa proporcional em separado. Agora, dizem que o Irmão Lázaro tenta se desvincular de Zé Ronaldo, para garantir sua eleição.

Já a vice da chapa, segundo se comenta nos bastidores, foi instruída a faltar ao debate para não jogar luzes sobre os recentes fake news espalhado pelo MBL, grupo da qual participa e que essa semana teve que apagar a notícia falsa segunda a qual Wagner teria sido vaiado por três pessoas, após a repercussão negativa do fake news na imprensa nacional. Mônica ficou em Ilhéus, longe dos holofotes, para preservar Zé Ronaldo das associações com o MBL.

Se piorar, estraga.

Comente

Be the first to comment on "Ausência em debate expõe fratura na campanha de Zé Ronaldo"

Deixe uma resposta