Segunda edição da Flipelô homenageia escritor baiano João Ubaldo Ribeiro

FOTO: Mateus Pereira/GOVBA

O lançamento da segunda edição da Festa Literária Internacional do Pelourinho (Flipelô) foi realizado na manhã desta terça-feira (24), na Sala do Conselho do Convento do Carmo e contou com a presença de jornalistas, autoridades e escritores. O evento acontece pela segunda vez com apoio do Governo da Bahia entre os dias 8 e 12 de agosto em 14 espaços do Centro Histórico de Salvador. A Flipelô é realizada pela Fundação Casa de Jorge Amado, instituição mantida com apoio do Fundo de Cultura do Estado da Bahia, em parceria com o Sesc (Serviço Social do Comércio).

“A Flipelô chega a 2018 abordando a temática da amizade. E o Estado da Bahia não poderia deixar de renovar estes laços de amizade com a literatura e participar da Flipelô, que ativa mais ainda o Centro Histórico. Além da Fundação Casa de Jorge Amado, que também é apoiada pela Secretaria de Cultura via edital de Apoio a Instituições Culturais, a Festa ocupa outros casarões, inclusive de unidades vinculadas à Secult. São diversas atividades gratuitas para gostos e públicos variados”, afirmou a secretária da Cultura do Estado, Arany Santana.

A Flipelô 2018 oferecerá mais de 120 atividades gratuitas e são esperados cerca de 50 mil participantes. Para a presidente da Fundação Casa de Jorge Amado, Ângela Fraga, chegar à segunda edição da feira é a demonstração de que a iniciativa já é bem sucedida.

“Conseguimos estabelecer uma série de parcerias com restaurantes e lojas do Pelourinho e isso mostra que a comunidade agora abraça nossa proposta de forma mais participativa. Queremos movimentar o Pelourinho por meio de um projeto literário. Estamos mobilizando as pessoas para comemorar a literatura”, conta.

Este ano o evento traz como tema a famosa frase “A amizade é o sal da vida”, do escritor baiano Jorge Amado e tem como homenageado o escritor João Ubaldo Ribeiro. A filha de João Ubaldo, a advogada Emília Ribeiro, esteve no lançamento e lembrou da amizade entre os dois escritores. “É motivo de muito orgulho e alegria participar deste momento em que a Cultura está sendo fomentada por meio da literatura, que é o norte do meu pai. Jorge e meu pai eram compadres e tinham uma convivência muito fraterna e querida”, revelou.

A Flipelô contará com mesas de debates, bate-papos com crianças, jovens e adultos sobre as diversas nuances da literatura, além do lançamento de livros, saraus de poesia, batalhas de versos e atividades lúdicas. Cerca de 500 artistas estão envolvidos nas atividades da Flipelô 2018. O evento deste ano ainda tem como destaque a Rota Gastronômica Amado Sabores, composta por 20 restaurantes do Centro Histórico que irão produzir pratos com preços especiais a partir de receitas inspiradas no livro de Paloma Amado, ‘A Cozinha Baiana de Jorge Amado’.

Para Paloma Amado, a realização da Flipelô representa a manutenção do legado do seu pai. “A gente está sempre em função de que Jorge Amado seja uma presença viva, e a sua ideia quando fez a Fundação para incentivar a cultura brasileira e a cultura baiana em particular, está aí com todos os elementos para dar prosseguimento a essa missão”.

Comente

Be the first to comment on "Segunda edição da Flipelô homenageia escritor baiano João Ubaldo Ribeiro"

Deixe uma resposta