Em desespero, PT de Camaçari divulga nota sem “pé nem cabeça”

Após Caetano perder o foro privilegiado e ficar cada vez mais perto do fim da sua carreira política, sobrou para o presidente municipal do PT de Camaçari, o vereador Jackson Josué, assinar uma nota oficial da legenda repleta de erros gramaticais, concordância verbal e nominal, sem falar na inconsistência na linha argumentativa.

Sem candidato a deputado estadual, já que Caetano descartou a candidatura de Jackson e cozinha Teo em banho-maria, o PT de Camaçari se vê também diante de um dilema: Caetano, se a justiça for feita, será impedido de disputar as eleições de 2018, pois já foi condenado por crimes de mau uso do dinheiro público, ou seja um ficha-suja.

O mais curioso (além dos erros primários e a fragilidade da nota) é a informação que só reafirma que o PT, um partido de esquerda, com tradição democrática se tornou um quintal do coronel Caetano, que manda e desmanda na legenda, enquanto os “companheiros” assistem a tudo de braços cruzados.

A novidade agora é que, sem prévias, sem debate e dois anos antes das eleições municipais o PT de Camaçari já afirma que Caetano será o candidato a prefeito em 2020, destruindo assim o sonho de Luiza Maia, Bira Corôa e dos vereadores petistas, a quem Caetano promete a mesma coisa a todo mundo.

Comente

Be the first to comment on "Em desespero, PT de Camaçari divulga nota sem “pé nem cabeça”"

Deixe uma resposta