Lauro de Freitas: Bairro Novo será construído no Quingoma

Fotos: Edgard Copque

A prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho, apresentou aos trabalhadores de reciclagem do Quingoma de Dentro, neste sábado (5), o projeto para a implantação do Centro Transitório de Tratamento de Resíduos (CTTR), que substituirá o atual aterro sanitário cujo prazo de encerramento das atividades estipulado pelo Ministério Público é 10 de maio. A medida inicia as intervenções na região voltadas para a criação da Usina de Reciclagem e a implantação do Bairro Novo que será totalmente planejado, com saneamento básico, tratamento de esgoto, empreendimentos do Minha Casa Minha Vida, áreas de lazer, escolas, creches e postos de saúde.

A gestora contou que antes de assumir seu mandato, ainda em outubro de 2016, reuniu-se com o Ministério Público (MP) afim de ganhar mais prazo até a desativação do aterro. Moema esclareceu que o acordo firmado entre a gestão passada e o MP havia estipulado o fim das atividades do local em dezembro de 2016.

“Naquele momento conseguimos estender o prazo para março de 2017, o que também não foi suficiente, pedimos novamente a ampliação da data e conseguimos até o dia 10 de maio de 2018, quando não será mais permitido o descarte de lixos e dejetos. De acordo com o MP a maneira como o lixo é descartado não é a correta e nós faremos um novo espaço seguindo todas as normas e determinações”, explicou.

Enquanto o aterro sanitário definitivo está sendo preparado, o descarte do lixo de Lauro de Freitas será feito no Centro Transitório de Resíduos (CTTR), que também é chamado de aterro provisório. Neste lugar os trabalhadores da reciclagem poderão continuar exercendo suas funções normalmente, será permitida também a retirada de descartes do antigo aterro. “A área não receberá mais lixo, mas os catadores poderão continuar extraindo as potencialidades de lá por um determinado período”, salientou a prefeita. Após a conclusão da construção do aterro sanitário definitivo, os trabalhadores passarão a explorar o lixo numa Usina de Reciclagem que permitirá a realização da seleção do material com equipamentos adequados, abolindo as condições de insalubridade como acontece atualmente no labor.

Espalhe a verdade
Preocupados com boatos que rondavam a comunidade, disseminados por pessoas mal-intencionadas, de que todos deveriam sair do local, os recicladores que moram ao redor do aterro se tranquilizaram com a garantia da moradia digna para aqueles que têm histórico de sustento através da reciclagem. Agentes da Secretaria de Serviços Públicos (Sesp) realizaram cadastro prévio de todos que vivem na região e de acordo com Moema as famílias não serão obrigadas a sair, mas terão a opção de mudar para unidades habitacionais que serão construídas próximo ao CTTR, destinadas exclusivamente aos recicladores de Quingoma. “Eu moro numa casinha de madeira bem simples, ter minha casa digna é um sonho para mim, essa iniciativa me deixa muito otimista e feliz”, declarou a recicladora Gardênia Santos.

Fotos: Edgard Copque

Os trabalhadores também conheceram a proposta de criação do Bairro Novo ou Cidade Inteligente. O projeto inovador e inédito pretende transformar a região num polo de desenvolvimento em Lauro de Freitas. Com a implantação do Hospital Metropolitano e Via Metropolitana pelo governo do estado na região, a área se tornou potencial área de expansão que alterará o atual cenário bucólico e rural para algo moderno e com o uso de tecnologias avançadas no cotidiano dos cidadãos, explicou Paulo Bastos, representante da PB Patrimonial, empresa que ganhou a licitação para construção planejada do bairro. “Após a desativação total dos aterros, tanto o antigo quanto o transitório, os espaços devem ser transformados em eco parques ou hortos florestais para a prática de esportes e lazer”, disse.

Dignidade 
O Bairro Novo terá sistema de esgotamento sanitário inteligente o que significa que após a utilização das águas elas passarão por estações de tratamento e serão devolvidas a natureza regando plantas e árvores no local. Além disso, toda parte de saneamento básico será feita antes da construção de residências, o que facilita e torna o processo mais eficaz. Bastos explicou ainda que as empresas que tiverem interesse em se instalar na região terão incentivo de contrapartida para serem construídos equipamentos como escolas, creches, postos de saúde.

“Os moradores poderão baixar apps, onde encontrarão informações sobre horários de ônibus. Inicialmente são previstos 16 mil moradores e mais de dois mil apartamentos que poderão ser financiados através do Programa Minha Casa Minha Vida”, frisou Bastos. .

Enchentes não serão problema no Bairro Novo. O planejamento prevê a construção de bacias de retenção que impedirão qualquer tipo de alagamento. O tratamento da água, feito pela Embasa, utilizará tecnologia de ponta possibilitando aos moradores a retirada de água potável das torneiras para consumo imediato, sem precisar passar por filtros residenciais. As praças construídas no local serão temáticas visando contemplar crianças, idosos e atos religiosos. Uma escola profissionalizante possibilitará o aperfeiçoamento dos moradores em diversas áreas. “Lauro de Freitas saí na frente. Esse é um dos projetos mais visionários de sustentabilidade humana que a Bahia já viu”, destacou o secretário da Sesp, Renato Brás.

Comente

Be the first to comment on "Lauro de Freitas: Bairro Novo será construído no Quingoma"

Deixe uma resposta