Moradores de Abrantes protestam contra fechamento de posto de saúde

O fechamento do Pronto Atendimento de Vila de Abrantes, responsável por atender urgência e emergência, em média 150 pessoas diariamente, tem causado grandes problemas para os moradores do distrito de Camaçari.. São mais de 30 mil moradores em Abrantes e se alguém deles passar mal é necessário se deslocar para UPA de Arembepe, o que na prática significa pagar pedágio ou ônibus para receber um atendimento gratuito em saúde.

“A população está apreensiva com esta situação. O prefeito Elinaldo disso antes que só fecharia depois de ouvir a população. Mas pegou a todos de surpresa”, protestam os moradores ouvidos pelo Badogada, que ressaltam: “nós temos quatro vereadores, mas que se juntar tudo não dá um, em referência a Gilvan, Fafá, Val  e Dedel. Como reação, uma manifestação está agendada para o dia 8 de maio, em frente à Prefeitura de Camaçari. Ônibus sairão do fim de linha da Caixa e da Praça da Matriz de Abrantes, com destino a sede onde vão cobrar uma resposta do executivo municipal.

Além do protesto, uma comissão de moradores protocolou uma ação no Ministério Público (MP) cobrando a suspensão do fechamento da unidade de saúde. A mesma demanda foi protocolada na Prefeitura de Camaçari, conforme documentos abaixo:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Comente

Be the first to comment on "Moradores de Abrantes protestam contra fechamento de posto de saúde"

Deixe uma resposta