Lauro de Freitas: reajuste dos professores será acima do piso nacional

Foto: Lucas Lins

A prefeita Moema Gramacho concedeu o reajuste salarial anual de 7% para os professores da rede municipal de ensino de Lauro de Freitas, percentual maior que o piso nacional estipulado pelo MEC, que para o ano de 2018 foi de 6, 81%. O aumento foi anunciado durante reunião entre representantes da categoria e da gestão, concede ganho real salarial de mais 4% para a docência na cidade.

“A garantia dos direitos dos trabalhadores para mim é sagrada, por isso, apesar do cenário de crise e recessão nacional temos priorizado o salário do trabalhador”, declarou Moema.

Segundo o acordo firmado entre as partes na mesa de negociação, o percentual será inserido de forma escalonada. O reajuste começa a valer já a partir deste mês. “Temos garantido a cada ano maiores conquistas, com ganho real no salário. Essa é uma vitória da classe trabalhadora”, salientou a prefeita.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Rede Pública Municipal de Lauro de Freitas (Asprolf), Valdir Silva, disse que a decisão coloca a cidade numa posição de destaque das demais administrações da região metropolitana.

“Diante de uma conjuntura nacional em que os municípios e estados não estão pagando o piso, inclusive cidades como Salvador e Camaçari que há três anos estão em reajuste 0%, aqui em Lauro de Freitas conseguimos acima do nacional. É uma vitória para a categoria, para todos”, disse. Para a diretora sindical, Nicia Bastos a avaliação é semelhante. “Somos diferenciados por que os municípios não estão cumprindo o percentual, aqui conquistamos acima”, frisou.

Além dos professores efetivos, os contratados pelo Regime Especial de Direitos Administrativos (Reda), também receberão o acréscimo salarial do piso municipal. A categoria apresentou outras demandas que serão avaliadas pela gestão. A proposta do piso segue agora para discussão na Assembleia Geral da categoria marcada para o dia 9 de maio.

Comente

Be the first to comment on "Lauro de Freitas: reajuste dos professores será acima do piso nacional"

Deixe uma resposta