Lauro de Freitas: vacinação contra gripe H1N1 começa nesta segunda (23)

Foto: Carol Garcia/GOVBA

A Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe H1N1 terá início nesta segunda-feira (23) e vai até 1° de junho. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de Lauro de Freitas (SESA), a meta é vacinar 90% do público alvo composto de idosos, gestantes, crianças com idade entre seis meses e 5 anos, trabalhadores da saúde, professores, povos indígenas, puérperas (mulheres cujo parto ocorreu há até 45 dias) adolescentes e adultos privados de liberdade. O objetivo é atuar no período de maior propagação do vírus – na transição entre o outono e o inverno. Para receber a população todos os postos de saúde da cidade reservaram salas específicas com atendimento das 7h às 16h.

Segundo o órgão, a imunização vai assegurar proteção contra os três subtipos do vírus de maior incidência: H1N1, H3N2 e Influenza B. O enfermeiro Lucas Meira alerta para a necessidade da imunização durante a Campanha que acontece anualmente em todo Brasil.

“São pessoas com o sistema imunológico mais vulnerável aos ataques do hospedeiro. Esse vírus tem altos índices de letalidade no país”, destaca Meira que também chama a atenção para os mitos de gripe causados após a imunização. “Ao contrário do que muitas pessoas pensam a vacina não causa gripe por que o vírus usado na vacina é “inativado”, não pode gerar uma gripe. O que pode acontecer é algum tipo de reação comum em qualquer vacina”, explicou.

Para receber a imunização não é necessário o cartão de vacinação. De acordo com a diretora de Vigilância em Saúde da SESA, Regina Coeli, a imunização é contraindicada para pessoa com alergia a ovo, que deve procurar o médico para orientações. A reação em geral ocorre com dor no local da injeção, sem provocar efeitos colaterais maiores. “Fazemos um apelo para que pais levem seus filhos aos postos de vacinação. Crianças abaixo de 5 anos estão mais suscetíveis a complicações provocadas pela gripe, podem desenvolver casos graves da doença”, frisou.

Sintomas
A gripe H1N1 ou suína é transmitida da mesma maneira que a gripe comum, mas os seus sintomas são mais fortes, repentinos e, se não tratados logo no início, podem levar a pessoa a óbito. A enfermidade pode variar de branda a grave na questão intensidade. Os sintomas desse tipo de gripe são muito parecidos com os da gripe comum. Febre acima dos 38ºC, dores no corpo, dores de garganta e de cabeça, tosse seca, espirros, calafrios, e fadiga ou cansaço.

Comente

Be the first to comment on "Lauro de Freitas: vacinação contra gripe H1N1 começa nesta segunda (23)"

Deixe uma resposta