Após matéria do Badogada, clima esquenta no PT de Camaçari

Foto: Nelinho Oliveira

Dizem que o silêncio as vezes fala mais do que mil palavras. E foi assim a reação dos petistas sobre a matéria postada pelo Badogada onde se revelou a pressão interna existente no PT para o afastamento de Ademar Lopes, dublê de articulador político, do deputado federal Luiz Caetano (PT).

Em defesa de Lopes apenas as suas mulheres e um punhado de parentes tomaram partido. O resto do partido – tanto o PT quanto o PSL – nenhuma nota, nenhum apoio, nenhum pio. Pelo contrário, desde a publicação da matéria o telefone não parou. Do outro lado da linha risos, galhofas e elogios pela badogada certeira no enrolado do Lopes.

Mensagem anônimas, ligações de número privado e pedidos de off, de militantes e parlamentares, reforçaram a matéria do badogada: Lopes é um fardo que Caetano precisa carregar tamanha maracutaia praticada pela dupla. Porém, o preço do “passe” de Lopes, mais de R$ 19 mil, está custando caro para os “companheiros”. Primeiro é muito investimento para pouco resultado. Além disso, desde que assumiu a articulação política, Lopes tem afastado as lideranças de Caetano, acirando a disputa interna com a equipe de Luiza Maia e dos vereadores de oposição, que precisam carregar nas costas o mandato de Caetano (além de ter que empregar os indicados do simpatia), em uma dupla jornada que esbarra sempre nas atrapalhadas de Lopes, acobertadas por aquela que sonha ser a primeira-dama de Camaçari.

Uma prova da falta de habilidade na articulação política foi relatado por Guiba dos PHOC’s “Eu gostaria muito de saber o porque um político com a experiência de Caetano mantém um cara como esse tal Ademar Lopes ao seu lado. Ele deve saber de muita coisa pra Caetano comer na mão dele, porque esse pombo sujo só faz afastar as boas lideranças”, desabafou.

Além de afastar as boas lideranças, é uma característica da sombra de Caetano, abandonar os amigos “Enquanto ele se lambuza, eu aqui catando latinha, que injustiça”, lamentou Marilda Barril.

E tem mais; Lorena Railanna, que já frequentou muito a cozinha de Caetano e atualmente senta à mesa com o time azul, relatou as suas impressões sobre Lopes:

“Ninguém entende o pq manter Lopes com um salário desse sendo tão incompetente e enrolado. Caetano já gosta do que não presta”, badogou na mosca!

Comente

Be the first to comment on "Após matéria do Badogada, clima esquenta no PT de Camaçari"

Deixe uma resposta