Moradores fazem “enterro simbólico” de UPA em Camaçari

Moradores de Camaçari fizeram o enterro simbólico da UPA da Nova Aliança que foi fechada pelo prefeito Elinaldo (DEM). Diariamente, a unidade de saúde atende seis mil pacientes, sendo 4.500 adultos e 1.500 crianças. A medida vai sobrecarregar a UPA da Gleba A/Gravatá, que já opera no limite e terá que atender os pacientes, o que certamente vai piorar ainda mais o atendimento no município.

O momento mais triste do “enterro simbólico” foi quando Motão, líder comunitário histórico de Camaçari, relatou que o maior arrependimento da sua vida foi ter votado em Elinaldo e ver o “parceiro do povo assassinar a saúde no município”. Aperte o play:


Comente

Be the first to comment on "Moradores fazem “enterro simbólico” de UPA em Camaçari"

Deixe uma resposta