Fechamento de UPA em Camaçari vai parar na Justiça

Foto: Divulgação

A malvadeza realizada pelo prefeito de Camaçari, Elinaldo Araújo (DEM), em fechar a UPA de Nova Aliança. De acordo como Sindicato dos Médicos do Estado da Bahia (Sindimed), o Ministério Público do Estado da Bahia (MP) será acionado sobre o fechamento da unidade de saúde.

O fechamento da UPA, localizado no PHOC I, foi marcado por protesto e revolta dos moradores. Por mês, a unidade da Nova Aliança atende seis mil pacientes, sendo 4.500 adultos e 1.500 crianças. A medida vai sobrecarregar a UPA da Gleba A/Gravatá, que já opera no limite e terá que atender os pacientes, o que certamente vai piorar ainda mais o atendimento no município.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A Prefeitura de Camaçari quer enganar a população com a desculpa de que o fechamento da unidade será para construção de UPA Pediátrica. Porém, vale destacar, que a antiga UPA da Gleba B que já possui estrutura adequada poderia ser utilizada, mas o prefeito Elinaldo resolveu iniciar o ano massacrando os moradores do PHOC.


Comente

Be the first to comment on "Fechamento de UPA em Camaçari vai parar na Justiça"

Deixe uma resposta