“Elinaldo imita ACM Neto e Temer e corta direito dos trabalhadores”, dispara deputada

Foto: Francis Amaral

A deputada Luiza Maia fez duras críticas à postura do prefeito de Camaçari, Elinaldo Araújo (DEM), que cortou o salário dos professores grevistas. Apesar de a greve ter começado no dia 10 de agosto, os descontos foram referentes à frequência do mês de julho. Vários professores denunciaram que tiveram seus contracheques zerados e outros receberam menos de R$30 de salário.

“Desde janeiro os professores vêm tentando negociar com o prefeito e ele não ofereceram nenhuma proposta. Só falam em reajuste zero. Tem professor, em Camaçari, recebendo menos que o piso nacional do magistério. O que a prefeitura está fazendo é uma ilegalidade. Como se isso fosse pouco, ainda retiram o salário do professor. Isso é inaceitável, é uma covardia.”, declarou a deputada.

Luiza Maia relembrou ainda as promessas de campanha de Elinaldo, que se declarava parceiro do povo. “Elinaldo prometeu respeitar o servidor público e valorizar o professor. Garantiu que todos seriam tratados com dignidade, mas agora se recusa até a dialogar com a categoria, descumpre a lei do piso e insiste em não dar absolutamente nada de reajuste. Elinaldo, cadê suas promessas de campanha?”, cobrou a parlamentar.

De acordo com a deputada Luiza Maia, Elinaldo está seguindo o exemplo do seu “ídolo”, ACM Neto, e do presidente golpista, Michel Temer, que vêm cortando direitos de todas os trabalhadores.⁠⁠⁠⁠

Comente

Be the first to comment on "“Elinaldo imita ACM Neto e Temer e corta direito dos trabalhadores”, dispara deputada"

Deixe uma resposta