“Dedinho de Geddel”: PF encontra digitais do aliado de ACM Neto nas malas de dinheiro

Foto: Divulgação

A Polícia Federal encontrou impressões digitais do aliado de ACM Neto (DEM) e Elinaldo Araújo (DEM), o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB), no apartamento onde foram apreendidos R$ 51 milhões atribuídos ao líder do PMDB, o mesmo partido do vice-prefeito de Camaçari, José Tude. Para os investigadores, a identificação das digitais de Geddel reforça a suspeita de que ele é o dono do dinheiro.

Em depoimento à PF, o empresário Silvio Silveira confirmou ser o dono do imóvel e disse que o emprestou ao ex-ministro, que havia alegado necessidade de espaço para guardar pertences de seu pai, o ex-deputado Afrísio Vieira Lima, já falecido. Curiosamente, o nome do prédio, onde o dinheiro foi encontrado, é uma homenagem ao tio do deputado federal, Paulo Azi (DEM), José Silva Azi, que já foi prefeito de Alagoinhas.

“A informação que a gente tem é que esse apartamento teria sido emprestado supostamente para colocar pertences do pai do ex-ministro Geddel. E quando nós fomos lá, nos deparamos com o dinheiro. Na verdade, teria sido uma desculpa que ele (Geddel) usou para obter o apartamento emprestado”, declarou o superintendente da Polícia Federal na Bahia, Daniel Madruga.

Mais uma curiosidade
Silveira foi sido processado no caso de desvio de dinheiro da Empresa Baiana de Alimentos (Ebal). O ex-dono da Silveira Empreendimentos teria sido processado depois de ser apontado como contratado ilegalmente pelo mercado, na gestão do ex-diretor Omar Britto. A irregularidade teria sido cometida entre 2002 e 2006, causando prejuízo de mais de R$ 620 milhões à empresa e quase levá-la à falência. Na ocasião foram denunciados também representantes da Organização de Auxílio Fraterno (OAF), Comasa Construções, Livraria Cultura, Comtech Informática, SLA Propaganda e Rede Interamericana de Comunicação.

Será que o dinheiro encontra no apartamento é fruto do prejuízo da EBAL?

Comente

Be the first to comment on "“Dedinho de Geddel”: PF encontra digitais do aliado de ACM Neto nas malas de dinheiro"

Deixe uma resposta