Procurador de Camaçari “pegar ar” e badoga Caetano

O prefeito decorativo de Camaçari, Elinaldo Araújo (DEM) precisar entender e dizer para os seus auxiliares que a eleição já acabou e agora precisa governar o município.

Diante da interdição da Feira, fruto da incompetência do “parceiro do povo”, até o procurador de Camaçari, Bruno Nova, que deveria ter entrado na Justiça contra a cobrança abusiva da taxa dos feirantes, porém nada fez, resolveu partidarizar a questão.

De acordo com o procurador, um ex-prefeito condenado (leia-se Caetano) tem incentivado a que os feirantes não paguem as taxas cobradas pela Prefeitura.

“A prefeitura vem cobrando a taxa, mas existe alguma inadimplência, estimulada por um ex-prefeito condenado recentemente pela Justiça. Não creio que esse cidadão seja a pessoa mais adequada a ‘aconselhar’ os comerciantes”, badogou o procurador.

Comente

Be the first to comment on "Procurador de Camaçari “pegar ar” e badoga Caetano"

Deixe uma resposta