Marcia barra “Tude” na Cidade do Saber

Se outrora a Cidade do Saber era uma referência nacional de inclusão sociocultural, agora tornou-se uma versão camaçariense da série Game of Thrones, com a disputa interna entre a secretária de Educação, Neurilene Martins, o secretário de Esporte e Juventude, Rui Magno, e a secretária de Cultura, Marcia Tude, a filha do vice-prefeito de Camaçari, José Tude.

Teoricamente, a tríade Neurilene-Rui-Marcia seria responsável por administrar a Cidade do Saber (CDS), contudo, Marcia barrou tudo na CDS. Com medo, Rui e Neurilene recuaram e não quiseram enfrentar a filhinha de papai. Agora, ninguém respira sem a autorização de Marcia.

Internamente, existe uma insatisfação geral, pois os projetos de educação e esporte são barrados pela secretária de Cultura, que quer fazer da Cidade do Saber palanque eleitoral para o seu pai nas eleições de 2018. Funcionários da CDS confessaram ao Badogada (em off, para não sofrerem retaliações) que existe um verdadeiro boicote de Marcia com o esporte e educação, prova disso é que até agora a jornada pedagógica não foi realizada. Os projetos na área esportiva são engavetados e, até mesmo o coordenador de cultura, só cuida agora da agenda do Teatro.

O clima que já não estava bom ficou pior depois da matéria exclusiva do Badogada, que revelou que Waldeck Ornelas que trazer o forasteiro Fernando Guerreiro para administrar a Cidade do Saber. Aos mais próximos, Marcia revela que a vinda de Guerreiro é uma articulação feita diretamente por Waldeck e Tude buscando valorizar e impulsionar a cultura do município, já que, em Camaçari não tem pessoas em capazes de tal feito.

Comente

Be the first to comment on "Marcia barra “Tude” na Cidade do Saber"

Deixe uma resposta