Psicoterapia: diferentes tipos de abordagem

Foto: Divulgação

A psicoterapia tem diferentes tipos de abordagens, enfoques e visões, com base em fundamentos teóricos de vertentes filosóficas de diversas origens. Essas são informações pouco divulgadas e é comum que as pessoas façam confusão sobre como se dá o trabalho terapêutico. De forma breve, tentarei esclarecer algumas diferenças no campo de atuação entre abordagens psicoterapêuticas, pois tenho recebido mensagens com dúvidas a esse respeito.

A Terapia Transpessoal Sistêmica (TTS), área na qual atuo, é uma abordagem psicoterapêutica sintetizada por Jordan Campos. A TTS se utiliza de uma abordagem intensa, com processos que visam acesso aos conteúdos inconscientes por meio de técnicas de terapia regressiva, reprogramação mental, iridologia, constelação familiar e biopsicossomática.

O objetivo central é o de localizar conflitos e experiências e transformá-los em ferramentas de autoconhecimento e cura. Seus fundamentos teóricos são baseados em estudos de autores consagrados no campo da psicologia, como Carl Jung e Sigmund Freud e também estudiosos que ganham cada vez mais destaque, como Bert Hellinger, Hans TenDan, Peter Levigne, entre outros.

Carl Jung, citado acima como um dos autores que dão base teórica à TTS, deu origem à abordagem terapêutica junguiana. O médico alemão, nascido em 1875, instituiu um aprofundamento da visão para dimensões mais profundas da vida psíquica. Terapeutas de abordagem junguiana trabalham, entre outros pontos, análise de sonhos através de arquétipos e conhecimentos relativos à sincronicidade do universo, incluindo estudos dos tipos psicológicos, energia psíquica consciente e inconsciente, símbolos e religião, entre outros.

Já a psicoterapia de abordagem freudiana, na qual se encontra a psicanálise tradicional dos estudos de Sigmund Freud, é tradicionalmente utilizada por psicanalistas clássicos ou integrativos. O trabalho desses profissionais tem base central na escuta das queixas e observação da fala dos pacientes. O profissional chama a atenção para pontos que considera importantes e trabalha, entre outras questões, a infância, repressões sexuais, psicopatologias e desejos escondidos no inconsciente. No campo da psicanálise integrativa, outras abordagens são incluídas.

Existem profissionais em terapia holística que seguem diferentes linhas de abordagem. Esse campo teve um grande crescimento, com técnicas variadas. Já existe uma legislação que atua no campo das práticas integrativas de saúde e que tem como princípio ampliar as práticas de saúde que tem base filosófica o trabalho do homem como ser integral. São consideradas técnicas holísticas a regressão, vivências humanistas, astrologia, cromoterapia, musicoterapia, cura prânica e uma série de outras práticas. Esse campo de atuação vem crescendo com a regulamentação e a inclusão na rede de atenção à saúde pública em todo o país.

Sobre a atuação do psicólogo, profissional graduado em Psicologia, trata-se de um amplo campo de atuação, que inclui também a psicoterapia de abordagens de diferentes tipos. É preciso esclarecer que nem todo psicólogo atua na área clínica. Esse é um campo de formação vasto, no qual o profissional pode atuar no diagnóstico, prevenção e tratamento de doenças mentais, de personalidade ou distúrbios emocionais. O psicólogo pode exercer funções relacionadas à psicologia clínica e também em áreas segmentadas, a exemplo da esportiva, hospitalar, educacional, psicomotricidade, jurídica, organizacional, do trabalho, saúde e orientação profissional.

No livro Linguagem do Corpo, a autora Cristina Cairo faz uma explanação sobre diversas abordagens psicoterapêuticas e a importância da ajuda profissional em alguns momentos da vida, sobretudo quando se instalam processos de desordem emocional e mental. “Caso você já tenha tentado sair da depressão sozinho e escolheu o caminho das drogas, do álcool, das festas constantes, da música alta para não ouvir a voz da angústia, saiba que a depressão poderá aumentar sem que você perceba”, alerta a autora.

Daniella Sinotti é Terapeuta Transpessoal Sistêmica, jornalista e apresentadora de Rádio. Utiliza clinicamente a abordagem da Terapia Transpessoal Sistêmica (TTS), criada por Jordan Campos. Trata-se de uma terapia intensa e com acesso direto aos conteúdos inconscientes, na qual é utilizada a terapia regressiva, reprogramação mental, iridologia, constelação familiar, física quântica e biopsicossomática.
Locais de atendimento:  Empresarial Thomé de Souza – SALA 608 – Av. ACM, 3244 Caminho das Árvores – Salvador – BA
Mundo Zen Terezinha Lopes. Condomínio Amsterdam. Lauro de Freitas.

Comente

Be the first to comment on "Psicoterapia: diferentes tipos de abordagem"

Deixe uma resposta