Tentativa de feminicídio em Camaçari revolta sociedade

Foto: Divulgação

A presidente da Comissão dos Direitos da Mulher na Alba, deputada Luiza Maia (PT), repudiou a tentativa de feminicídio contra a militante do PT de Camaçari, Eliene Neves, cometida pelo ex-companheiro dela. A parlamentar prestou solidariedade à vítima e recordou o PL 21.130/2015, de sua autoria, que prevê a divulgação na internet de dados desse tipo de agressor.

“Sabemos que a companheira Eliene está hospitalizada, mas lúcida, apesar de ter sido baleada por dois tiros na cabeça. Ela tem todo nosso apoio, pois precisamos nos unir no combate à violência contra a mulher. Meu projeto de lei, que teve parecer contrário do relator, trabalha a prevenção, com medidas administrativas que resguardem a vida das mulheres”, destacou.

A deputada disse ainda que o agressor, Roberto Vasconcelos, que está detido na Deam, precisa ser enquadrado na Lei do Feminicídio e na Lei Maria da Penha. “A violência contra a mulher precisa ser punida com rigor, para servir de exemplo”, apontou. Nesta quinta-feira (20) houve uma manifestação em frente ao Fórum de Camaçari, na tarde  durante audiência de custódia do agressor de Eliene Neves.

Comente

Be the first to comment on "Tentativa de feminicídio em Camaçari revolta sociedade"

Deixe uma resposta