Vereador Junior Borges continua sem prestígio com o prefeito Elinaldo

Foto: Reprodução/Facebook

Após ter “caído da cama” ao sonhar em se tornar secretário municipal de Camaçari, o vereador Junior Borges (DEM) enfrentou outro pesadelo. Sem prestígio com o prefeito Elinaldo Araújo (DEM) e o comando do governo (leia-se Helder Almeida), o vereador que pretendia abiscoitar a presidência da Comissão de Constituição e Justiça (que ficou com Jorge Curvelo) ou a Comissão de Finanças e Orçamento (que pasmem; ficou com o conselheiro de Ademar Delgado, o vereador Gilvan Souza – PR), as duas comissões mais estratégicas da Câmara de Vereadores e que requer vereador de extrema confiança, teve que se contentar com a Comissão de Educação e Assistência Social.

Nos bastidores do “time azul”, o comentário é que Helder Almeida já começou a “cortar as asinhas” do vereador Junior Borges, que planeja se lançar candidato a deputado estadual em 2018.  A primeira derrota foi ser cortado da lista de secretário. Depois levou um duro golpe dos seus pares e ficou de fora da Mesa Diretora da Câmara de Vereadores. Na Prefeitura, o vereador não conseguiu emplacar seus aliados em cargos de expressividade na gestão do prefeito Elinaldo Araújo.

 

 

Comente

Deixe uma resposta