Zeca Baleiro é atração do projeto Som na Concha neste sábado (11)

O cantor e compositor Zeca Baleiro abre a segunda edição do projeto Som na Concha, a partir das 18h, deste sábado (11), com show que celebra os 20 anos do lançamento de seu primeiro disco, “Por Onde Andará Stephen Fry?”. A noite terá show de abertura de Marcos Clement, interpretando músicas autorais que estarão em seu primeiro CD a ser lançado este ano e sucessos do cantor Raul Seixas. Os ingressos estão sendo vendidos a R$ 40 e R$20 (cota de 40% de meia entrada), na bilheteria e balcões do TCA e no site ingressorapido.com.

Com estreia em 2012 em temporada que trouxe para a Concha Acústica shows de Arnaldo Antunes e Tom Zé, o projeto Som na Concha volta em 2017 com três edições de dois shows por dia, sendo uma apresentação por mês, de março a maio. O projeto é uma realização Trevo Produções, com consultoria de marketing cultural da Caderno 2 Produções e patrocínio da Vivo e do Governo do Estado, através do Fazcultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia.

 

Foto: ©Rama de Oliveira

No espetáculo de estreia desta temporada, o maranhense Zeca Baleiro estará acompanhado por dois amigos com quem tem dividido palcos e estúdios em ocasiões diferentes ao longo de sua carreira: Tuco Marcondes (guitarras e vocais) e Adriano Magoo (teclados, samplers, sintetizadores e acordeon). Zeca Baleiro vai fazer um passeio pela sua discografia, mostrando alguns lados B e arranjos contagiantes de canções já consagradas como “Era Domingo”, “Telegrama”, “Meu Amor Minha Flor Minha Menina” e “Babylon”. O público também poderá esperar surpresas de Zeca Baleiro, que costuma preparar releituras de músicas de outros artistas. “O resto é surpresa!”, diverte-se o cantor.

Som na Concha
O projeto Som na Concha tem o intuito de viabilizar a realização de shows de qualidade na nova Concha Acústica do Teatro Castro Alves, com artistas nacionais renomados, levando lazer e cultura à população a preços populares, além de promover o intercâmbio entre artistas locais e nacionais e valorizar a produção musical do estado.

A proposta é preencher o calendário cultural deste espaço ao longo do ano com uma programação artística rica e de qualidade, tendo sempre uma atração local de abertura, a fim de dar oportunidade aos novos artistas, e a apresentação de um artista renomado de nível nacional.

O projeto também contempla atividades de capacitação profissional gratuitamente a estudantes que buscam se aprimorar nas áreas de engenharia de shows e eventos, possibilitando que participantes de projetos socioculturais acompanhem todas as etapas de montagem e realização de um grande show.

A cada edição, será escolhido um projeto sociocultural que atue com jovens de baixa renda e estes serão levados ao espaço da Concha Acústica do Teatro Castro Alves para aprenderem ao vivo o funcionamento de um grande evento, desde a montagem, passagem de som, show e desmontagem. Os artistas também serão convidados a interagirem com estes jovens, dando dicas e passando alguns ensinamentos de anos de experiência de palco.

Vivo Transforma
O Som na Concha tem o patrocínio da Vivo via plataforma Vivo Transforma, que protagoniza e apoia projetos pautados na formação musical para jovens e na democratização do acesso à música e ao teatro, com ingresso solidário ou de baixo custo. “Ficamos muito contentes em proporcionar ao público baiano o acesso a projetos de qualidade como o Som na Concha, que diversifica, conquista plateias e deixa um legado cultural relevante para a sociedade por meio da música”, diz a diretora de Sustentabilidade da Vivo, Joanes Ribas. A Bahia é um dos principais estados a receber o incentivo cultural da Vivo. Em 2016, foram mais de 3,8 milhões de reais aplicados em nove projetos que beneficiaram mais de 200 mil pessoas. Saiba mais em www.vivotransforma.com.br

FAZCULTURA
Parceria entre a SecultBA e a Secretaria da Fazenda (Sefaz), o mecanismo integra o Sistema Estadual de Fomento à Cultura, composto também pelo Fundo de Cultura da Bahia (FCBA). O objetivo é promover ações de patrocínio cultural por meio de renúncia fiscal, contribuindo para estimular o desenvolvimento cultural da Bahia, ao tempo em que possibilita às empresas patrocinadoras associar sua imagem diretamente às ações culturais que considerem mais adequadas, levando em consideração que esse tipo de patrocínio conta atualmente com um expressivo apoio da opinião pública.

Serviço:
O que: Som na Concha
Quem: Zeca Baleiro e show de abertura de Marcos Clement
Quando: Sábado, dia 11, às 18h
Onde: Concha Acústica do Teatro Castro Alves
Quanto: R$40 e R$20 (cota de 40% de meia entrada)
Ingressos: Bilheteria e balcões do TCA e no site ingressorapido.com

Com informações da Viva Comunicação Interativa

Comente

Be the first to comment on "Zeca Baleiro é atração do projeto Som na Concha neste sábado (11)"

Deixe uma resposta