Marketing pessoal: o que é, para que e como fazer?

Por Marcela Góes*

Nos dias atuais não basta ter competência, a atenção com o Marketing Pessoal é fator chave para o sucesso. O profissional que deseja se destacar no mercado de trabalho deve saber aonde quer chegar e estar atento com a imagem que passa para as pessoas ao seu redor. O conhecimento e a formação não são mais suficientes para mostrar seu diferencial no mundo corporativo. É necessário desenvolver o relacionamento interpessoal, assim como uma comunicação eficaz, para se destacar nas oportunidades do mercado competitivo em que vivemos.

O Marketing Pessoal é um instrumento que contribui de forma significativa para o crescimento pessoal e sucesso profissional, pois evidencia competências e habilidades. Não se trata de falar sobre você mesmo ou, somente, se vestir melhor que seu concorrente, mas de construir uma marca pessoal, a qual falará por você. Envolve a importância de desenvolver o autoconhecimento, possibilitando uma análise dos pontos de melhorias para a construção de bom Marketing Pessoal de forma eficaz. Além disso, ter um bom relacionamento interpessoal, saber trabalhar em equipe, lidando com adversidades e diferenças são, também, características essenciais.

Devemos pensar no Marketing Pessoal como a criação de uma marca nova no mercado. Como gostaria que essa marca fosse? Simplesmente “mais uma”? Ou a reconhecida, lembrada, desejada, mais procurada, bem remunerada e mais querida do mercado?

Esperidão, Avila e Fernandes (apud Kotler, 2014, p. 4), consideram que o Marketing Pessoal é “… uma nova disciplina que utiliza os conceitos e instrumentos do marketing em benefício da carreira e das vivências pessoais dos indivíduos, valorizando o ser humano em todos os seus atributos, características e complexa estrutura”.

Quando penso em Marketing Pessoal, me vem um exemplo, que com certeza já fez parte da sua vida ou você já presenciou:
Duas pessoas com a mesma função dentro da empresa, currículos parecidos e formações similares. Uma se destaca mais que a outra, sendo sempre citada como exemplo, enquanto a outra fica no ostracismo. Possivelmente isso ocorre por que uma das pessoas trabalha e desenvolve o Marketing Pessoal, com qualidades que à proporciona um destaque maior.
Em diversos casos o profissional é competente e talentoso na execução de suas atividades, porém pode passar uma imagem negativa ou desfavorável, acarretando oportunidades perdias.

Uma ótima forma de começar a elaborar seu Marketing Pessoal é analisar como anda sua imagem perante pessoas que te cercam. A imagem pessoal é formada pela sua aparência, comportamento, como se comunica e se relaciona. A forma como lida em diversas situações no seu dia a dia, no ambiente de trabalho, nas redes sociais e com seu ciclo de convivência, deve ser observada com atenção.
Partindo dessa análise, é válido se questionar:

Que imagem passa para as pessoas?
Que tipo de marca gostaria que ficasse vinculada a você?
O que as pessoas pensam de você?
Qual palavra ou característica te define melhor?

A construção do Marketing Pessoal não é feita da noite para o dia. Direcionar o foco a partir do autoconhecimento potencializa seu talento e evidencia seus pontos fortes. A maturidade para se desenvolver pontos de melhoria se torna consequência quando características positivas são aprimoradas, desde que se tenha em mente os objetivos claros para o sucesso pessoal e profissional.

O caminho certo é incorporar o Marketing Pessoal à sua maneira de ser pessoal e profissional; incluir a preocupação com a carreira em todas suas ações e em seus relacionamentos pessoais e profissionais. (Lima, 2010)

Lembre-se de ter objetivos sólidos e aprimorar seus pontos positivos, assim construirá sua marca de sucesso pessoal e profissional de forma tranquila. Afinal, o Marketing Pessoal também diz respeito ao que temos internamente, o que nos motiva, onde e como desejamos chegar. É nada mais que o desenvolvimento de habilidades já existentes em cada um de nós, buscando melhoria do que transmitimos para as pessoas do nosso convívio. Use o Marketing Pessoal para recriar-se, colocando qualidade no que faz e excelência nas ações que pretende realizar.

Foco na sua marca e sucesso!

*Marcela de Góes Ferreira Monteiro é diretora Executiva da Transformar RH e Desenvolvimento de Pessoas. Graduada em Gestão de Recursos Humanos, pela Unijorge, e pós-graduanda em Gestão de Pessoas com ênfase em Psicologia Organizacional, pela Faculdade da Cidade. Formação COACHING LIFE & EXECUTIVE, com certificação internacional em Profile DISC Coach, Leader Coach, Practitioner PNL Coach e Smart Self Coach, em curso pela Sempre Avante. Experiência profissional em diversas empresas e diversos ramos de atividade, destacando-se áreas de: Gestão de RH, RH Estratégico, Gestão de pessoas, Comercial e Liderança e Desenvolvimento de equipes.

Comente

Be the first to comment on "Marketing pessoal: o que é, para que e como fazer?"

Deixe uma resposta