‘A Grande Família’ toma conta da Prefeitura de Camaçari

Fotos: Divulgação | Intervenção artística: Badogada

Por: “O Catraca”*

“Essa família é muito unida, e também muito ouriçada…”. A letra da música ‘A Grande Família’, de título homônimo ao da série famosa da TV Globo, pode muito bem ser comparada com a situação política em Camaçari, Região Metropolitana de Salvador.

Após a vitória de Elinaldo (DEM) nas últimas eleições, os nomes para cargos importantes no município se tornaram foco de disputas e comentários em grupos de redes sociais na cidade. E a situação inspiradora vem simplesmente do nepotismo recorrente em diversos setores públicos municipais.

Inicialmente, como o vice de Elinaldo é o ex-prefeito Tude, não foi tamanha a surpresa quando a filha deste, a senhora Márcia Tude, foi nomeada secretária municipal de Cultura. Tude que acumula a vice-prefeitura, indiretamente controla a pasta administrada por sua filha. Será que só a vice-prefeitura não bastaria, já que, apesar do prefeito ser Elinaldo, é comum ver os seus servidores diretos o chamarem de ‘Senhor Prefeito’?

Outro caso curioso envolve o também ex-prefeito Helder Almeida, que, mesmo altamente rejeitado por sua deprimente administração municipal, foi premiado com a secretaria de Governo, onde manda e desmanda. Ainda assim, todos sabem que Helder ‘mete o dedo’ em outras pastas, como a Coordenação de Comunicação, determinando quais veículos (diga-se ligados ao prefeito de Salvador, ACM Neto) devem ou não veicular as propagandas da Prefeitura de Camaçari.

A filha de Helder, Isis Lobo, acumula na prefeitura um salário de 4.356,80, mais uma gratificação que dobra o faturamento chegando a R$ 8.713,60. Além dos Almeida e dos Tude, surge nas ‘nepostas’ terras camaçarienses, o nome Luiza Azi, prima de Paulo Azi e filha de Harnoldo Azi, secretário de Serviços Públicos, em Alagoinhas.

O povo se pergunta, a quem interessa esses favorecimentos genealógicos em Camaçari. Será que era essa a mudança que a cidade pedia quando elegeu Elinaldo? “Catuca pai, catuca mãe, catuca filha, Eu também sou da família, Eu também quero catucar”

Com o desemprego em alta, Elinaldo se viu obrigado a pedir para a população, no início do ano, que não o procurem na prefeitura para pedir emprego. Pelo visto, o povo que o apoiou também quer “catucar” uma vaga na prefeitura, mas estas oportunidades já estavam preenchidas pelos parentes dos seus apoiadores mais próximos. É ou não é uma família muito unida?

*”O Catraca” é colunista do Badogada e não erra o alvo quando o assunto é a política de Camaçari

Comente

Be the first to comment on "‘A Grande Família’ toma conta da Prefeitura de Camaçari"

Deixe uma resposta