Mesmo abandonada pelo poder público, Aldeia Hippie de Arembepe ainda encanta visitantes

Em um dia ensolarado em Maceió, o estudante de arquitetura, Igor Almeida, 23 anos, fazia uma pesquisa sobre o movimento hippie na internet. Entre um link e outro, o jovem que também trabalha com grafite, descobriu a Aldeia Hippie de Arembepe, a primeira do Brasil.

“Na primeira oportunidade que tive de conhecer a Bahia, o primeiro destino da minha lista foi a Aldeia Hippie de Arembepe”, conta Igor em entrevista ao Badogada.

Apesar do histórico abandono das gestões municipais e depredação ambiental de Arembepe, em especial da aldeia, ainda atrai visitantes do mundo inteiro, que mesmo diante do caos conseguem captar a magia e se envolver com os encantos do local.

Uma prova disso foi o vídeo produzido por Igor Almeida, que registrou a beleza, que resiste bravamente, diante da desvalorização da Aldeia pelo poder público. Aperte o play e assista:


“A aldeia é um lugar incrível. Tive o prazer de ficar acampado lá por uma noite e nessa noite eu vi o céu mais estrelado da minha vida. Conheci pessoas incríveis que me receberam de uma forma muito especial, superou muito as minhas expectativas e em breve irei retornar com um equipamento completo para fazer uma produção audiovisual melhor para ajudar com a divulgação da Aldeia. A única coisa que eu não gostei foi de não ter ficado mais tempo naquele paraíso”, contou ao Badogada.

Comente

Be the first to comment on "Mesmo abandonada pelo poder público, Aldeia Hippie de Arembepe ainda encanta visitantes"

Deixe uma resposta