Grafiteiro ilheense Rildo Foge é destaque no Furdunço

O traço do grafiteiro ilheense Rildo Foge na decoração do trio do guitarrista Julio Caldas, chamou a atenção de quem curtiu o Furdunço neste domingo (19), em Salvador, para a importância da valorização da arte de rua e sua capacidade de sensibilização e transformação do ambiente urbano.

Foto: Divulgação

“Inicialmente pensei no grafite como uma alternativa para decorar o trio. Quando, em São Paulo, começaram a apagar indiscriminadamente grafites incríveis, tive a certeza de que precisava valorizar ainda mais essa arte aqui na Bahia e, também, divulgar o trabalho de Rildo, que já sofreu esse tipo de perseguição”, explica Julio Caldas.

O artista
Rildo Moreira de Oliveira, mais conhecido como Rildo Foge, é de Ilhéus, cidade localizada a cerca de 450 quilômetros de Salvador, e sempre gostou de desenhar. Aos 17 anos já realizava alguns trabalhos nas ruas, mas foi após uma temporada em São Paulo que começou a desenvolver melhor a sua técnica. “Fiquei um tempo em São Paulo e foi a partir daí que comecei a viajar nesse cenário urbano das artes. Fui caminhando, indo em bancas de revista e me aprofundando”, revela o artista que tem obras grafitadas em Salvador, Eunápolis, Recife, Juazeiro, Juazeiro do Norte, Canavieiras, São Paulo e Ilhéus, sua terra natal.

Com informações Ascom/Júlio Caldas

Comente

Be the first to comment on "Grafiteiro ilheense Rildo Foge é destaque no Furdunço"

Deixe uma resposta