Estudantes fazem “vaquinha” para pagar pedágio após descaso da Prefeitura de Camaçari

Foto: Divulgação

Quando o ex-governador da Bahia, Octávio Mangabeira (1947 e 1951), cravou a lendária frase: “Pense num absurdo, na Bahia tem precedente”, certamente ele não previu que a gestão do prefeito Elinaldo seria uma prova viva dessa declaração trágica. Não bastasse o contrato emergencial de R$ 2 milhões com uma empresa que não tem ônibus para realizar o Transporte Universitário dos estudantes de Camaçari, a novidade agora é que usuários do TU precisam fazer “vaquinha” para pagar o pedágio. Absurdo? Inacreditável, mas infelizmente é verdade e aconteceu nesta segunda-feira (20).

Entenda o caso do caótico do Transporte Universitário na gestão do prefeito Elinaldo (DEM)

Não bastasse os constantes constrangimentos que os estudantes são obrigados a passar, como voltar para casa andando após o ônibus ser parado na blitz policial e os ônibus serem apreendidos, ou o risco diário que os alunos, ávidos por conhecimento, precisam se sujeitar a conduções totalmente sucateada, onde o motorista precisa fazer gambiara para o “buzu” seguir em frente, agora ter que fazer  “vaquinha” para pagar o pedágio, tendo em vista que o contrato emergencial firmado pelo “parceiro do povo” Elinaldo Araújo e a empresa desconhecida,  DZSET Transporte e Logística LTDA – ME, ultrapassou a cifra de R$ 2 milhões não é possível que não sobre R$ 13,50 ou R 10 para pagar o pedágio.

Mais surpresa (negativas)
Se os estudantes pensam que fazer a “vaquinha” foi a gota d’água, conforme a Lei de Murphy, “nada é tão ruim que não possa piorar”, por isso a Sesp informou que o Transporte Universitário irá circular até esta terça-feira (21), deixando os alunos sem aula de quarta a sexta-feira. Não custa lembrar que enquanto houver aula, os estudantes tem direito ao roteiro. Curiosamente, a Prefeitura de Camaçari decretou ponto facultativo apenas os dias 27/02 e 01/03, logo perguntar é inevitável: Qual a razão da suspensão do roteiro dos dias 22, 23 e 24?

 

Comente

Be the first to comment on "Estudantes fazem “vaquinha” para pagar pedágio após descaso da Prefeitura de Camaçari"

Deixe uma resposta