Fórum debate revitalização do Rio Joanes

O debate em torno do Rio Joanes foi tema de Fórum Temático, nesta quinta-feira (16), no auditório da Unime. O evento foi organizado pelo mandato da vereadora Luciana (PCdoB), em parceria com a OSCIP Rio Limpo, Academia de Letras e Artes de Lauro de Freitas (ALALF) e a Barraca da Gávea.

De acordo com a vereadora Luciana (PCdoB), o evento tem como objetivo promover o debate sobre a importância do Rio Joanes para Lauro de Freitas, nos aspectos históricos, culturais e ambientais.

“A partir desses debates vamos instalar um Fórum permanente em Lauro de Freitas para debater, com os diversos setores, alternativas para revitalizar do Rio Joanes”, explicou a vereadora.

Caio Marques, da OSCIP Rio Limpo, lembrou que a degradação ambiental atinge sempre as comunidades mais pobres e tem suas vertentes políticas e econômicas, portanto “se tivéssemos uma grande rede hoteleira em Lauro de Freitas, por exemplo, não teríamos um rio de Salvador poluindo as nossas águas. Certamente teríamos um Rio limpo e balneável”, frisou.

Poluição e preservação ambiental
Sérgio Assis, representante da Secretaria de Recursos Hídricos do Governo do Estado, explicou que o município de Camaçari – por conta das atividades industriais – é o principal responsável pela poluição do Rio Joanes e Ipitanga. “Lauro de Freitas é a cidade que mais sofre com essa poluição”, explicou.

Segundo Assis, o Governo do Estado tem trabalhado no cuidado dos rios que cortam Lauro de Freitas, com a instalação de pontos de monitoramento e tratamento com produtos químicos para eliminar algas e potencializar a formação dos espelhos d’água.

História e educação
Coriolano Oliveira, representante da ALALF, apresentou as ações desenvolvidas no município para o resgate e valorização do patrimônio cultural, “principalmente que esse conhecimento seja divulgado nas escolas municipais para preservarmos a nossa história”, defendeu. O professor e historiador Gildásio Freitas deu uma verdadeira aula sobre o Levante do Rio Joanes e a história de Lauro de Freitas.

O professor e historiador, Tassio Revelat, destacou a importância da educação para a promoção do desenvolvimento sustentável e preservação do meio ambiente. Para ele “a história da cidade precisa estar mais presente nas salas de aulas para que a nossa identidade permaneça viva”, pontuou.

Comente

Be the first to comment on "Fórum debate revitalização do Rio Joanes"

Deixe uma resposta