Será o fim do PSB em Camaçari?

Se a disputa pelo comando do PSB em Camaçari já estava tensa entre Luiz Macedo e Ajax Tavares, a articulação do deputado federal Bebeto (PSB) e membro da executiva estadual do partido, rachou de vez os “socialistas”. Bebeto resolveu comprar a briga e apoiar a manutenção de Ajax na presidência da legenda no município, contrariando o grupo ligado ao ex-presidente da Limpec, Luiz Macedo.

A decisão do deputado federal, que agiu sem o consenso da executiva estadual, foi vista por parte dos militantes como um ato que vai rachar ainda mais o partido, que no momento demanda uma unificação. Militantes históricos já preparam as malas para desembarcar do PSB.

Além da disputa pela presidência entre Macedo e Ajax, o processo movido por correligionários que pedem a cassação do mandato do pastor Neilton (PSB) também contribuem para a divisão interna. Soma-se a esse quiproquó todo a aproximação da legenda, que fez parte do governo Ademar e apoiou a candidatura de Jailce Andrade (ex-PCdoB), com o prefeito Elinaldo Araújo (DEM), uma vez que após o pleito eleitoral o partido ficou totalmente desamparado, já que o único vereador da legenda serve mais a Igreja do que aos interesses partidários.

Comente

Be the first to comment on "Será o fim do PSB em Camaçari?"

Deixe uma resposta