Coordenação de Eventos da Prefeitura de Camaçari comete erro e revolta artistas

Os apadrinhados do secretário Helder Almeida, que abiscoitaram uma “boquinha” na coordenação de eventos da Prefeitura de Camaçari – como já era de se esperar – cometeram um erro grosseiro que revoltou os artistas, do segmento música eletrônica, funk, hip hop e do rap na Bahia.

No anúncio oficial, a Coordenação de Eventos, disse que iria realizar o cadastro dos artistas locais para seleção e avaliação. Contundo, “esqueceram” apenas de listar o rock e o rap, um dos gêneros musicais mais ouvido do mundo!

O resultado não poderia ser diferente; a comunidade artística promoveu grande protesto nas mídias sociais questionando a exclusão dos gêneros em uma eventual atitude discriminatória. A badogada foi tão grande que a Coordenação de Eventos teve que dar o braço a torcer a abrir um data de cadastro para a turma no hip hop, funk, música eletrônica e rap. A turma do rock e soul também aguardam uma data para o cadastro, sob ameaça de novos protestos.

Comente

Be the first to comment on "Coordenação de Eventos da Prefeitura de Camaçari comete erro e revolta artistas"

Deixe uma resposta