Temer acelera privatização da Petrobras na Bahia

Preocupados com o destino da Petrobras na Bahia, representantes do Sindipetro Bahia e Central Única de Trabalhadores (CUT), tiveram reunião com o novo secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Jaques Wagner. Em pauta a reativação dos campos maduros de petróleo para gerar benefícios para população e a situação da instituição no estado.

Cedro Silva, presidente da CUT Bahia, explicou que a maior preocupação dos trabalhadores é a saída da Petrobras da Bahia. “A Petrobras é importante para o desenvolvimento do estado, pois gera emprego, renda, atrai novos investimentos, fazendo a economia da Bahia crescer e acima de tudo, a Petrobras é uma empresa de alta tecnologia e o Estado precisa gerar novas tecnologias”, explica.

Deyvid Bacelar, coordenador geral do Sindipetro Bahia, explica que com a mudança do governo federal, há um processo muito acelerado de privatização dos ativos da empresa na Bahia. “Informamos quais são os ativos das empresas que estão sendo vendidos e informamos que a nova gestão da companhia deixou muito claro no seu plano de negócios sua pretensão de sair do estado. Felizmente o secretário compreendeu e concorda conosco que saída da Petrobras da Bahia é ruim”, avalia.

De acordo com Wagner, a maior preocupação do Governo do Estado é garantir investimentos que gerem emprego e renda para nosso Estado. “Estive com os empresários e por duas vezes com os trabalhadores do setor de óleo e gás da Bahia”, disse o ex-governador ao sinalizar que a reunião é consequência do novo ciclo debates que foi alavancado nesta semana com o programa REATE e que movimentou todo o setor.

Com informações da Ascom/SDE

Comente

Be the first to comment on "Temer acelera privatização da Petrobras na Bahia"

Deixe uma resposta