Camaçari: candidatos do PR dizem que Cristiane Bacelar não dividiu dinheiro do fundo partidário

Apesar de figurar entre uma das campanhas mais cara para Câmara de Vereadores de Camaçari, a presidente municipal do PR Cristiane Bacelar Tegourti, gastou quase R$ 100 mil e não conseguiu garantir uma vaga no legislativo municipal, pelo contrário; arrumou muita briga com os seus colegas de partido.

Além de ter tomado a presidência da legenda de Ramon Cruz, em Camaçari, Cristiane Bacelar é acusada por candidatos a vereadores do PR de não ter repassado nenhum centavo dos R$ 85 mil oriundos do fundo partidário para os candidatos pelo PR na cidade.

Dados do TSE comprovam repasse do PR para campanha de Cristiane Bacelar

Um grupo de filiados ao PR, que disputaram uma cadeira na Câmara de Vereadores, denunciaram com exclusividade ao Badogada a falta de partilha do bolo que deveria ter sido realizada. Questionados por nossa reportagem, sobre a demora em fazer a denúncia, os candidatos comentaram temer retaliações se resolvessem durante as eleições, abrir o jogo e ter a candidaturas impugnadas.

“Como presidente, ela poderia retirar a possibilidade de qualquer um ser candidato. Tivemos que bancar a nossa candidatura e não vimos um real do dinheiro que partido encaminhou para Camaçari”, denunciam.

De acordo com o grupo, o caso foi noticiado ao PR Nacional. O presidente nacional da legenda Antonio Carlos Rodrigues não foi localizado para comentar o assunto. A presidente do PR de Camaçari também não atendeu as ligações da nossa reportagem para comentar o assunto.

Comente

Be the first to comment on "Camaçari: candidatos do PR dizem que Cristiane Bacelar não dividiu dinheiro do fundo partidário"

Deixe uma resposta