Waldir Freitas e Cupertino amargam retaliação na gestão Elinaldo

Foto: Divulgação

Não vai nada bem na gestão de Elinaldo Araújo (DEM), além de administrar a fila dos que querem entrar, dos que reclamam que perderam a vaga para os “forasteiros”, os “filhos da terra” que entraram foram jogados para escanteio como foi o caso de Waldir Freitas e José Cupertino. Ambos amargam o ostracismo na administração municipal, sem prestígio e influência na condução do governo.

Waldir Freitas, que já foi ex-presidente da Câmara de Vereadores e ex-secretário de Caetano, tem sofrido retaliação no governo de Elinaldo. Responsável pela eleição do vereador Zé do Pão, e principal interlocutor das relações de Tude neste último pleito eleitoral, nem direito nem a uma salinha. Waldir estava lá, todo feliz e contente da vida montando seu gabinete em uma pequena sala até que o secretário a quem ele é subordinado desautorizou e mandou ele sair da sala para instalar uma assessoria técnica com os forasteiros.

Quem também ralou na campanha, mas não obteve o devido reconhecimento foi José Cupertino. Ao ex-vereador e ex-secretário Cupertino, só restou assessorar o vice-prefeito, José Tude. Coincidentemente Cupertino e Waldir Freitas compartilham o mesmo espaço na Casa do Trabalho.

Comente

Be the first to comment on "Waldir Freitas e Cupertino amargam retaliação na gestão Elinaldo"

Deixe uma resposta