Decisão de Mirela será fundamental para eleição do presidente da Câmara de Vereadores

Foto: Divulgação

O fato mais importante para a conjuntura política de Lauro de Freitas é o destino da vice-prefeita eleita, Mirela Macedo (PSD), que pode continuar como vice de Moema ou assumir uma cadeira na Assembleia Legislativa por dois anos, uma vez que ficou na primeira suplência da sua coligação.

Questionada pela reportagem do Badogada, Mirela demonstrou grande indecisão e preferiu adiar o anúncio do seu destino político. Se existe uma grande pressão do PSD para que ela assuma uma cadeira na ALBA para fortalecer o partido e, consequentemente, aumentar a influência do senador Otto Alencar (PSD) na administração Rui Costa, por outro lado, ao ser questionada se Mirela seria vice, deputada ou secretaria, a prefeita eleita Moema Gramacho deu carta branca a sua vice e concluiu “Mirela é livre para ser o que ela quiser ser”, disse em tom bastante afetivo. Aliás, a sintonia entre Moema e Mirela certamente é algo que pesará bastante na decisão da vice-prefeita eleita.

Presidência da Câmara
A decisão de Mirela, caso seja a de assumir a vaga na Assembleia, mudará totalmente a disputa pela presidência da Câmara de Vereadores, tendo em vista que se o cargo de vice-prefeita ficar em aberto, quem assume as funções é o (a) presidente do legislativo municipal.

Os vereadores estão de olho e a depender da decisão da vice-prefeita eleita podem mudar o voto na escolha do novo comando da Câmara Municipal. A saída de Mirela seria uma primeira prova de fogo para Moema Gramacho – no que tange a articulação política –  que tenta emplacar Naide Brito para presidência da Câmara de Vereadores. Sem Mirela na vice, algumas pedras começam a aparecer no caminho de Naide e os vereadores da oposição e independentes já começaram a conversar sobre uma aliança, afinal estará em jogo não apenas o comando do legislativo, mas sim o cargo de vice-prefeita (o).

Comente

Be the first to comment on "Decisão de Mirela será fundamental para eleição do presidente da Câmara de Vereadores"

Deixe uma resposta