Servidores da Prefeitura de Camaçari sofrem ataque cibernético e arquivos são perdidos

Foto: Divulgação/PMC

Ainda permanece um mistério o ataque aos servidores da Prefeitura de Camaçari, que na prática deletou diversos arquivos da gestão municipal. O relatório da Coordenação Central de Gestão e Tecnologia da Informação da Prefeitura apontou que a Secad (Secretaria da Administração), Controladoria Geral do Município e o ISSM (Instituto de Seguridade do Servidor Municipal) tiveram arquivos afetados.

Contudo, funcionários de diversas secretarias, em contato com o site jornalístico Badogada relataram que o estrago foi grande, impactando inclusive na rotina produtiva dos órgãos. A Assessoria de Comunicação da Prefeitura explicou que em alguns órgãos existem backups e em outros existem apenas versões físicas de alguns documentos. Uma queixa crime foi prestada e a 18ª DP investiga o caso.

A suspeita inicial é que a partir do login/senha de um servidor municipal os arquivos foram apagados. A pergunta é: com qual motivo? Se a suspeita for confirmada, o login/senha para apagar arquivos é de um funcionário de alta patente.

Nas redes sociais as principais “explicações” e “teorias da conspiração” apontam:

1- Os arquivos foram apagados a mando de Caetano, tendo em vista que o novo prefeito anunciou que fará auditoria nas contas da gestão de Caetano e Ademar.

2- Os arquivos foram apagados a mando de Ademar, uma vez que mesmo com todos os cortes e demissões, as contas não fecham.

3- Os arquivos foram apagados pelo “time azul”, que já está infiltrados na Prefeitura aprontando e limpando terreno para a gestão de Elinaldo.

4- A frase de um político experiente de Camaçari, que já transitou na Prefeitura, é a mais curiosa: “antigamente se queimava Secretaria para sumir com arquivos suspeitos, hoje já fazem isso por computador, né?”

E você, qual a sua opinião?

Comente

Be the first to comment on "Servidores da Prefeitura de Camaçari sofrem ataque cibernético e arquivos são perdidos"

Deixe uma resposta