Terceirizada da Prefeitura “joga a toalha” e demite 697 funcionários em Camaçari

Foto: Divulgação

A empresa ACMAV – Administração de Serviço Ltda, responsável por boa parte dos funcionários terceirizados da Prefeitura de Camaçari, principalmente na área de serviços gerais, escolas, cemitérios, feiras itinerantes e fiscais da Secretaria de Ordem Pública e Sustentabilidade (SEOPS) jogou a toalha e demitiu 697 pessoas. 

Em 2014, a empresa recebeu da Prefeitura de Camaçari mais de R$ 18 milhões e, em 2015, o valor subiu para R$ 23.423.553,96 (vinte e três milhões, quatrocentos e vinte e três mil, quinhentos e cinquenta e três reais e noventa e seis centavos). 

A empresa encaminhou ofício à Secretaria de Administração informando a decisão, que já passou a valer a partir desta quinta-feira (1º). O receio dos funcionários da empresa é ela declarar falência e os trabalhadores tenham um Natal amargo. acmav

Ao consultar o Tribunal Regional do Trabalho e o Tribunal Superior do Trabalho a reportagem do Badogada descobriu que a empresa responder a diversos processos pelo descumprimento de causas trabalhistas. Marcelo dos Santos Oliveira, um dos sócios da ACMAV possui 43 processos sendo, 41 processos no Estado da Bahia, além de 2 processos no Brasil.

Desses processos, ACMAV Administracão de Serviços Ltda foi a parte que mais apareceu, totalizando 29 ou mais processos, seguida por Superintendência de Transito e Transporte do Salvador – Transalvador com 10 ou mais processos.

 

Comente

Be the first to comment on "Terceirizada da Prefeitura “joga a toalha” e demite 697 funcionários em Camaçari"

Deixe uma resposta