Operação Quali realiza mandados de busca e apreensão em Lauro de Freitas e Salvador

21 mandados de busca e apreensão nos municípios de Salvador e Lauro de Freitas foram cumpridos nesta segunda-feira (28), durante a “Operação Quali”, deflagrada pelo Ministério Público estadual para desarticular uma organização criminosa envolvida com a prática de fraudes em licitações na área de impressos gráficos. A badogada foi certeira após três anos de investigação.

Um dos mandados de prisão foi cumprido na cidade de Aracaju e os outros seis na capital baiana. De acordo com o Ministério Público, empresas de impressos gráficos formavam cartel para vencer licitações, na modalidade de pregão presencial, a preços superfaturados em órgãos públicos estaduais e municipais.

As empresas combinavam de ingressar nos processos licitatórios, ajustando as propostas de preço entre si, de forma que sempre ganhasse a eleita pelo cartel com um valor superfaturado, sendo o valor dividido entre elas posteriormente.

Segundo as investigações, há indícios de que o cartel age há mais de 20 anos em todo o estado da Bahia e o superfaturamento gira em torno de 20% do valor do serviço, resultando em um prejuízo de milhões de reais aos cofres públicos.

Comente

Be the first to comment on "Operação Quali realiza mandados de busca e apreensão em Lauro de Freitas e Salvador"

Deixe uma resposta