Prefeito de Lauro de Freitas gasta mais de meio milhão para enviar cartas

Márcio Araponga, que entra para história de Lauro de Freitas como o pior prefeito que a cidade já teve, pode estrelar um novo filme: “O prefeito que gosta de escrever”

O atual prefeito de Lauro de Freitas, Márcio Araponga, se formou em medicina em 1990. Em 26 anos de atividade profissional, certamente, o doutor deve ter receitado e prescrito milhares de exames, ou seja escreveu bastante. Ele é um bom médico, foi bom vereador de oposição e entra para história de Lauro de Freitas como pior prefeito que o município já teve.

Porém, o que pouca gente sabia e o site Badogada revela, com exclusividade, é a paixão do prefeito de Lauro de Freitas pelos serviços dos Correios, que carinhosamente será chamado pelo Badogada como “O prefeito que gostava de escrever”.

O chefe do executivo municipal assinou contrato com os Correios no valor de R$ 581.547,90. É isso mesmo, caro leitor mais de meio milhão para enviar cartas. Com esse montante, o prefeito pode enviar mais 342 milhões de carta comercial, ou mais de 82 milhões de telegramas e quase três milhões de sedex para Brasília.

contratolaurodefreitascorreio

Como o contrato foi assinado no dia 8 de novembro (conforme cópia do Diário Oficial acima) ainda dá tempo do prefeito escrever uma cartinha para o quadro Lar Doce Lar do programa de Luciano Huck, solicitando a reforma de Lauro de Freitas, municípios que ele entrega totalmente destruído após quatro anos de gestão. 

Em tempo, é mais uma gestão que se encerra e Lauro de Freitas continua a ter um único CEP.

Comente

Deixe uma resposta