Brasil dá passo importante para transformar maconha em medicamento

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) incluiu derivados da canabidiol na lista de substâncias psicotrópicas vendidas no Brasil com receita do tipo A, específica para entorpecentes. A norma permite que empresas registrem no Brasil produtos com canabidiol e tetrahidrocannabinol como princípio ativo, passo necessário para a venda de remédios.

De acordo com o o diretor-presidente da Anvisa, Jarbas Barbosa, os medicamentos a base das substâncias, até então proibidas pela portaria nº 344/98, serão classificados como tarja preta e só poderão ser vendidos com prescrição médica especial.

Tratamento
A mudança foi motivada pela fase final do processo de registro do medicamento Mevatyl®. O produto é obtido da planta Cannabis sativa L. e, portanto, possui canabidiol e tetrahidrocannabinol na composição.

O medicamento será indicado para tratamento de sintomas de pacientes adultos com espasticidade moderada a grave devido à esclerose múltipla.

Comente

Be the first to comment on "Brasil dá passo importante para transformar maconha em medicamento"

Deixe uma resposta